Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Chuva – Poeta Alceu’ Category

chuva_na mão

CHUVA…

Alceu Sebastião Costa

Chuva!

Chuva abundante de um lado,
de outro a longa estiagem.

As mãos calejadas dos velhos,

trêmulas pela forte emoção,

lançam sementes na terra sedenta,

regada de esperança no viço da plantação.

Quando a chuva cai no sertão,

e, apesar  do solo desnutrido,

os brotos cobrem o chão,

o pobre povo sofrido

abre o peito e solta o grito,

cheio de felicidade no coração.

Nas taperas enfeitadas de flores,

as famílias dos moradores,

ainda que, apenas por algum tempo,

suprida a falta de alimento,

toca a sanfona em oração,

elevando ao Pai a sua gratidão.

Ah, meu Deus, permiti, a partir de agora,

que a chuva não vá mais embora!

Que seja constante a alegria

na terra, n’alma e no coração!
Por favor, Senhor,não deixeis mais a agonia
chegar perto do meu sertão!

SP

Julho/06

Alceu Sebastião Costa

Anúncios

Read Full Post »