Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Fauna’ Category

A BELEZA DA ALMA-DE-GATO
Alma-de-gato (Piaya cayana) é uma ave encontrada em matas e cerrados do México à Argentina, bem como no Brasil. Ultimamente essa ave pode ser encontrada nos parques e nos bairros nobres, cujas casas têm grandes jardins, em pleno centro das capitais. Também é conhecida como alma-de-caboclo, alma-perdida, atibaçu, atingaçu, atingaú, , atiuaçu, chincoã, crocoió, maria-caraíba, meia-pataca, oraca, pataca, pato-pataca, piá e picuã.
780px-ALMA-DE-GATO_(Piaya_cayana)
Tem um bico verde-claro e íris vermelha, cauda longa, escura e com as pontas das retrizes claras. Medem cerca de 60 cm (2/3 pertencem à causa). A cor é castanho-parda no dorso e cinza-ardósia na barriga. O pescoço e o peito são vermelho-acinzentados.
piaya_cayana_01 cópia
piaya_cayana_00 cópia
Seu canto se assemelha ao gemido de um gato, por isto é conhecida como alma de gato. Voa rápido e silenciosamente entre os galhos à procura de insetos e é uma ave muito vistosa que pode também lembrar um caxinguelê quando desliza pela ramagem. Gosta muito de planar. Ainda, consegue imitar o canto de outras aves, especialmente o do bem-te-vi, que é de fato parecido com sua própria vocalização e, por isto, é conhecida como ‘gozador’.
Piaya Cayana_imagem menor
Segundo uma lenda amazônica, a alma-de-gato possui um canto fatídico: quando canta à porta da casa de alguém, este está com os dias contados. Claro que isto não passa de lenda. Aliás, essa ave deve ser protegida, pois é muito útil ao agricultor. O exame de 155 estômagos de almas-de-gato evidenciou que estas aves são insetívoras e que 50% do conteúdo era de lagartas que atacam as nossas culturas.
Fontes: Wikipédia/ felipex.com.br/saudeanimal.com.br/WikiAves
2808687978_daefc4f534_b
Nota: esta ave, alma de gato, já foi vista aqui em Belo Horizonte, MG,em vários bairros  por amigas(os), de seus apartamentos, onde árvores altas chegam até suas janela.

Read Full Post »

A Fábula do Porco-Espinho
Gustavo de Amorim*(Adaptado do livro Manual Bem-Humorado dos Privilegiados Auditivos)
2a859e
Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente; mas, os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam maior calor.
Por isso decidiram afastar-se uns dos outros e voltaram a morrer congelados.
Então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.E assim sobreviveram!
Moral da História:
O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades.
2a85ae
2a85be
2a85cd
*Gustavo de Amorim é escritor, autor do Manual Bem-Humorado dos Privilegiados Auditivos e colaborador do Em Foco.

No Brasil, ouriço-caixeiro (Coendou prehensilis) é um porco-espinho arborícola, solitário, notívago e frugívoro, encontrado em florestas tropicais do México até na América do Sul. Quando adulto pesa de 6 a 8 quilos, transita no cerradão, mata, mata ciliar, veredas e ambientes alagadiços.

Encontra-se na lista de “ANIMAIS EM EXTINÇÃO DA REGIÃO CENTRO-OESTE – BIOMA CERRADO”

Fonte: vidaemextinção
Preserve a Fauna

Read Full Post »

Post tartaruga marinha

Tartaruga Marinha

(Rosangela Trajano – Literatura Infantil)

Eu quero ser uma tartaruga

Eu quero ser uma tartaruga

Pra não ter pressa de chegar

Pra viver no meio do oceano

Pra não ter vida dura.

Eu quero ser uma tartaruga

Pra passear na areia da praia

E ver o por do sol, sem pressa

E ver a lua cheia, sem pressa.

Eu quero ser uma tartaruga

Só porque ela é diferente

De toda gente que já conheci

Ela é calma, é paciente.

O homem que caça tartarugas

É um desumano covarde

Quem come carne de tartaruga

É um bicho selvagem, não é homem.

Eu pensei que tartaruga não tinha pressa…

Mas ela tem pressa de viver

E uma placa na praia me apressa:

“Salvem as tartarugas.”

Ufa! Ufa! Ufa!

Será que eu, ainda, quero ser uma tartaruga?

TARTARUGAS MARINHAS

As espécies de tartarugas presentes nos oceanos são 7, sendo que 5 delas ocorrem em águas brasileiras: todas estão ameaçadas de extinção.

  • Tartaruga verde – Quelonia mydas
    Tartaruga olivácea – Lepidochelys olivacea
    Tartaruga de pente – Eretmochelys imbricata
    Tartaruga careta – Caretta caretta
    Tartaruga de couro – Dermochelys coriacea

Fonte: http://www.etall.hpg.ig.com.br

AMEAÇAS NATURAIS BIÓTICAS

Doenças e parasitas: As Tartarugas Verdes podem ter uma doença cutânea (tumor) que pode causar sua morte indiretamente; tartarugas que têm a visão bloqueada pelos tumores não conseguem se alimentar corretamente; Espiroquidíase resulta em anemia e enterite fazendo com que as tartarugas morram ou se tornem mais suscetíveis a se estressarem. Infecções bacterianas ou por fungos em ovos pode ser a maior causa de mortalidade.

Outras tartarugas desovando: Quando há muitas fêmeas desovando em um mesmo local, como nas arribadas, várias delas podem fazer seu ninho sobre outro podendo quebrar os ovos ou impedir que os filhotes consigam chegar à superfície.

Predação: Os ovos e filhotes na praia são predados por coiotes, quatis, caranguejos, falcões e raposas. Já nos filhotes na água, os predadores passam a ser uma grande variedade de pássaros e peixes juvenis e adultos que são comidos por tubarões e outros grandes peixes, bem como a baleia Orca. Se na água, depois de uma certa idade, elas praticamente não têm predadores naturais, ao contrário em terra, encontram seus piores inimigos: o homem. Quando vêm à praia para depositarem seus ovos, podem ser mortas e virar sopa, uma iguaria apreciada em várias regiões. E não é só: os ovos, de gosto muito forte, podem se transformar em omeletes com altos poderes afrodisíacos.

Também são caçadas pelas propriedades de sua carapaça, armações de óculos feitas com o casco da tartaruga-de-pente, por exemplo, chegam a valer de 3 a 4 mil dólares.

No caso de fêmeas desovando na praia, não há evidência de predação natural, sem ser por seres humanos.

Vegetação: É a menor causa de mortalidade natural, raízes de plantas podem invadir os ninhos das tartarugas e causar mortes. As plantas podem também prender as tartarugas; filhotes podem ficar emaranhados quando estão indo para o mar e fêmeas desovantes podem ficar fatalmente presas na vegetação da praia

E mesmo em alto mar elas não estão a salvo. A tartaruga gigante,por exemplo, é vítima da poluição. Muitas confundem sacos plásticos com água-viva, sua refeição predileta, e acabam engolindo a embalagem e morrendo sufocadas. Outras são vítimas das redes de pesca, principalmente de camarão. Presas, não conseguem subir à tona para respirar, e se afogam. Por tudo isso, o homem conseguiu a proeza de colocar as 8 espécies de tartarugas marinhas existentes, na lista dos animais em extinção.

Fonte: O Projeto Tamar/IBAMA)
Fauna e Flora_preserve_as

Read Full Post »

ararinhas azuis1

ARARINHA AZUL

Mário Pires

Em tuas asas quero voar,

seguir caminhos bonitos,

ver o sol de perto,

ficar de

braços abertos,

ir de norte a sul.

Me leva

em suas asas

lindas penas,

e no ar…

só nós dois apenas,

minha doce

Ararinha Azul.

ararinha azul

Aves ameaçadas

Arara-azul-de-lear
Arara-azul-grande
Arara-azul-pequena
Ararinha-azul
Araracanga ou Arara-piranga
Arara-de-barriga-amarela
Arara-vermelha

Read Full Post »