Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Adriane Albuquerque Cirelli – Os balões’ Category

Post_Adriane_Cirelli_Os_balões

Os balões

Adriane Albuquerque Cirelli*

Conta a lenda que um grupo de crianças diante de várias bexigas coloridas discutia qual delas subiria mais rapidamente pelo céu. Depois de muitos argumen­tos, a criançada procura o velho sábio do local que após ouvir os questionamentos dos pequenos explicita seu saber:

“O que faz a diferença é o gás do interior dos balões, não a cor”.

Pensar nas palavras do sábio enriquece nosso viver. A cor é vista. O gás é invisível. A cor é aparência. O gás é interior. A cor que “esconde” o gás pouco importa.

Nós, humanos, muitas vezes agimos como o grupo de crianças. Teorias, es­tratégias, atitudes, saberes, dados estatísticos, comportamentos. Passamos anos e anos pensando nas cores das bexigas que encontramos pela vida afora.

Olhamos o comportamento e poucas vezes perguntamos o que leva a pessoa a executá-lo.

Observamos a aparência e revidamos quase que por impulso. Não temos tempo de olhar para a essência e quando a olhamos não enxergamos além da cor. Somos adeptos ao “diga logo” e não ao diálogo!

Muito se preocupa hoje com a alimentação, a estética, exercícios. É preciso ser saudável a todo custo. Pena que essa mesma preocupação nem sempre nos acompanha quando o assunto é o ser humano, a dignidade, a ética, a fé.

O tempo nos acostumou com a realidade de que o ser humano precisa ser humanizado. O nascimento garante a nossa pertença à raça humana por isso so­mos registrados e ganhamos um nome, porém, se seremos humanos, o tempo e a educação que recebemos dirão.

Estranho, não! As pessoas precisam se humanizar. Respeito, ética, solidarie­dade não são desenvolvidos em todos os seres.

Por que é tão difícil encontrar um interior bonito? Por que com frequência ouvimos a expressão “é ótimo profissional, mas como ser humano é uma lástima”. Competência não deveria ser traço do humano também? Formação não deveria trabalhar o pessoal?

Nenhum extremo é benéfico. O exterior também merece cuidados especí­ficos. Somente pensar no gás e desprezar as cores das bexigas empobrece nosso visual. Afinal, ninguém discute que balões coloridos são marcas fundamentais de uma alegre festa infantil. Se não fossem as cores, as crianças não teriam se apro­ximado do sábio.

Viver para o interior e não se vestir adequadamente para o trabalho pode in­viabilizar um profissional. Comparecer de biquíni a uma festa de casamento, com certeza, entristecerá os anfitriões. Um interior precioso merece ter uma “casca” cuidada e higienizada.

Coloquemos nossa mente em uma academia, nossa espiritualidade em um rígido controle nutricional e nossa sensibilidade à luz do sol para ser iluminada, só assim seremos balões felizes e coloridos subindo aos céus!

 Frase texto_Henry Ford
Anúncios

Read Full Post »